sexta-feira, 5 de abril de 2013

Saiba tudo sobre a dengue


O que é a Dengue
·         A dengue é uma doença infecciosa causada por um vírus (flavivírus), e transmitida ao homem por um mosquito chamado Aedes Aegypti. A dengue está presente no Sudeste Asiático, na África e nas Américas, onde já foi considerada erradicada, mas voltou a aparecer em países como Venezuela, Cuba, Brasil e mais recentemente no Paraguai.

A Dengue no Brasil
·         A dengue é hoje, uma das doenças mais freqüentes no Brasil, atingindo a população em todos os estados, independente da classe social.


Saiba mais sobre o mosquito - Aedes Aegypti
·         Este é o mosquito transmissor da dengue, o Aedes Aegypti. Ele é originário da África e também é responsável pela dengue hemorrágica (febre hemorrágica) e pela febre amarela. O Aedes Aegypti é escuro e rajado de branco nas pernas e no corpo. Depois de adulto, o mosquito Aedes Aegypti, vive em média de 30 a 35 dias.



Ciclo de vida do Mosquito Aedes Aegypti
·         A fêmea do Aedes Aegypti põe ovos de 4 a 6 vezes durante sua vida. Ela coloca cerca de 100 ovos de cada vez, em locais com água limpa e parada.

Atenção 
·         Os ovos de Aedes Aegypti podem sobreviver até 450 dias (ou seja, aproximadamente 1 ano e 2 meses), mesmo que o local onde ele foi depositado fique seco. Se este local receber água novamente, o ovo volta a ficar ativo, podendo se transformar em larva e depois em pupa, atingindo a fase adulta dentro de 2 a 3 dias.

  O Aedes Aegypti costuma picar as pessoas durante o dia. Nas habitações, é encontrado normalmente em paredes, móveis, peças de roupas penduradas e mosquiteiros.
Ao contrário do que muitos pensam, a dengue é uma doença perigosa e pode levar à morte, se não forem tomados cuidados necessários e imediatos.


Agora você vai ficar sabendo um pouco mais como acontece essa transmissão:
·         O mosquito é um vetor, isto é: um hospedeiro que apenas transporta o vírus da dengue. Quando o mosquito portador do vírus pica uma pessoa sadia, este vírus entra no sangue dessa pessoa. Depois de algum tempo, que varia de 3 a 15 dias, a doença começa a se manifestar.
Quem contamina o homem é o mosquito fêmea, pois o macho apenas se alimenta de seiva de plantas. A fêmea precisa de uma substância do sangue (a albumina) para completar o processo de amadurecimento de seus ovos.
Vale lembrar que o mosquito apenas transmite a doença.

Como é o tratamento
·         Normalmente a dengue dura de 5 a 7 dias. Quem está com dengue deve ficar em repouso e beber muito líquido. Não há um tratamento específico para atacar diretamente a doença. As medicações utilizadas são analgésicos e antitérmicos, que controlam os sintomas como a dor e a febre.

 
A pessoa doente não pode tomar remédios à base de ácido acetil salicílico, uma vez que esta substância aumenta o risco de hemorragia. Os medicamentos recomendados deverão ser sempre prescritos pelo (a) médico (a).
 É importante encaminhar os casos suspeitos para a unidade de saúde mais próxima.
O vírus que causa a dengue possui quatro tipos diferentes, classificados como DEN 1, DEN 2, DEN 3, DEN 4 a pessoa que pega a doença adquire um destes tipos. Se essa pessoa contrair a doença outras vezes, aumentam as chances de desenvolver dengue hemorrágica.


Dengue – é fácil prevenir!
·         O controle da dengue exige sem dúvida, um esforço das autoridades de saúde. Mas também é preciso envolver outros setores da administração de um município,a exemplo da Limpeza Urba-na, Saneamento, Educação, Turismo, entre outros.
·         É importante lembrar que para se reproduzir, o mosquito Aedes Aegypti se utiliza de todo tipo de recipientes que as pessoas costumam usar nas atividades do dia a dia, garrafas e embalagens descartáveis latas, pneus, entre outros. Este recipientes costumam se juntar a céu aberto, nos quintais das casas, em terrenos baldios e mesmo em lixões.
·         Para prevenir e controlar a dengue, a melhor maneira é impedir que o mosquito se prolifere, inter-rompendo seu ciclo de reprodução, ou seja, impedindo que os ovos sejam depositados em locais com água limpa e parada.
·         Não deixar acumular água em pratos de vasos e xaxins. Ao lavá-los passar pano, espoja ou bucha para eliminar completamente os ovos do mosquito;
·         Lavar os bebedouros da aves e animais com uma escova, esponja ou bucha e trocar a água pelo menos uma vez por semana.

Por que os casos de dengue aumentam no verão?
·         Porque o verão faz mais calor e chove muito, aumentando os locais com água parada, os quais podem se tornar criadouros do mosquito da dengue. Se nestes locais que se enchem de água já existirem ovos do Aedes Aegypti, estes ovos ficam novamente ativos, evoluindo para o estágio de larvas, que se transformarão em mosquitos.

 
 A reprodução do mosquito não pára. Por isso, é preciso ficar alerta com a dengue também em outras estações do ano.




·         Dengue Clássica: Dor de cabeça, no fundo dos olhos e nas juntas;Fraqueza,Náuseas, vômitos;Manchas vermelhas na pele.

Dengue Hemorrágica
·         Sangramento de gengivas e Fezes escuras, o que indica a presença de sangue nas fezes;
·         Pontos ou manchas vermelhas ou roxas na pela – petéquias;
·         Dor abdominal intensa e contínua (dor de barriga);
·         Vômitos freqüentes e tonteira;
·         Diminuição da diurese (urina);
·         Dificuldade para respirar.
 Como confirmar um caso de dengue
·         Durante o atendimento, o (a) médico (a) faz o levantamento da história epidemiológica do paciente, isto é, onde reside, se já esteve em local onde está ocorrendo ou já aconteceram casos da doença, se já teve dengue e quantas vezes. Depois, observa os sinais e sintomas da doença.
·         A confirmação da doença é realizada através do exame do sangue da pessoa doente que é solicitado por um profissional de saúde.
 Cuidados dentro de casa
·         Não deixar acumular água em pratos de vasos e xaxins. Ao lavá-los passar pano, espoja ou bucha para eliminar completamente os ovos do mosquito;
 Lavar os bebedouros da aves e animais com uma escova, esponja ou bucha e trocar a água pelo menos uma vez por semana.
Cuidados fora de casa
·         Limpar as calhas e a laje das casas, se tiver piscina, lembrar de que a água deve estar sempre tratada;
 Manter as caixas d'água, poços, latões e filtros bem fechados;Guardar garrafas vazias de boca para baixo; Eliminar a água acumulada em plantas como bambus, bananeiras, bromélias, gravatás, babosa, espada de São Jorge, entre outras;Guardar pneus em locais onde não sejam alcançados pela água das chuvas;
Verificar nos terrenos baldios se existem pneus, latas ou qualquer outro objeto que possa acumular água;Identificar na vizinhança a existência de casas desocupadas e localizar os donos para verificar se existem criadouros do Aedes Aegypti
 Cuidados com o lixo Manter o lixo tampado e seco.Tampar garrafas plásticas descartáveis, antes de jogá-las no lixo;separar copos descartáveis, tampinhas de garrafas, latas, embalagens plásticas, enfim, tudo o que acumule água;Colocar em saco plástico, fechar bem e jogar no lixo.
 Lembre-se: a acomodação e o destino do lixo é um problema que hoje atinge toda a população, tanto nas áreas urbanas quanto rurais. guardar pneus em locais onde não sejam alcançados pela água das chuvas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário